RELEASE INFORMATION//

Na estrada desde 1996, a banda paulista Zumbis do Espaço nunca se prendeu somente ao punk rock, suas referências também vieram de outros tipos de música, como country, pyschobilly e o metal. E foi exatamente deste último gênero que eles ganharam um tributo. Ao todo são 16 bandas, das mais variadas vertentes dentro do próprio heavy metal, recriando canções do repertório do grupo. O quarteto paulistano Leatherfaces teve a responsabilidade de abrir as homenagens e escolheu a clássica Dia dos Mortos, que ganhou mais velocidade e peso - inclusive os coros. O trio Fanttasma, que tem em sua formação dois membros relacionados ao Torture Squad, o ex-guitarrista Rafael Augusto Lopes (Eternal Malediction) e o baterista Amílcar Christófaro. Além do vocalista Thiago Andrade, eles ganham o reforço de outras vozes: Fernanda Lira (Nervosa), Daniel Wergan (Dying Embrace, Antiqua) e Áscaris (Imperium Infernale, Eternal Malediction), deixando Voodoo ainda mais sombria e com ares doom. Fernanda também se junta ao Fire Strike, da frontwoman Aline Nunes, para Carcaça de Outro Alguém virar um heavy metal oitentista tradicional. Outra que segue essa linha é a Martíria, com Noite dos Mortos Vivos, e indo para o lado da NWOBHM a Armadilha, que contribuiu com Ouça o Lobo Uivar. Os Vermes Malditos parecem bem a vontade com Vísceras, assim como é curioso ver a influência de Zumbis em bandas como Hors (Eu Sou o seu Azar), Kissif… (Que Venham os Mortos), Final Nightmare (Onde os Fracos não Tem Vez), Vingança Suprema (O Mal que Está em seu Sangue) e Guerrilha (Prostíbulo do Inferno). De São Paulo, Electric Age chama atenção com seu hard rock na versão para Ouço Vozes e Riding Storm com a power metal Morra Morra. A ala thrash metal tem Hellmotz, de Campo Grande/MS, com Balada do Pistoleiro, a Rhino, do ABC Paulista, com Drink do Demônio, e mais pro crossover, o Imminent Attack, de Barueri/SP, com A Marca dos Três Noves Invertidos.

PRESSING INFORMATION//

1000 CD

BUY >>