Nesta semana, Teco Martins e Ale Iafelice participaram do programa online “Meninos da Podrera”. A dupla falou sobre a turnê do Rancore (que teve os ingressos do show no Hangar 110 em São Paulo esgotados em apenas quatro horas) e da pressão da responsabilidade de fazer uma ótima apresentação.

Os músicos também comentaram sobre o fim do Rancore e o início do Sala Espacial, relataram os detalhes do incêndio que destruiu a casa onde a banda morava, apelidada de “Casa Moxei”, contaram como foi a gravação o disco de estreia do Sala e como são os show da banda que conta com performances e outras curiosidades.

Corre lá: https://www.youtube.com/watch?v=JJkBGDRLFKs

Casa Moxei
Formado por músicos moradores da 'Casa Moxei' com intenção de transformar a tragédia em um momento de reconstrução, o Sala Espacial é um grupo que se define “livre de limitações de gênero, idade, classe social, raça ou religião e que se destaca pela riqueza cultural e pela habilidade em misturar diferentes ritmos e influências musicais”. Os shows da banda contam com intervenções artísticas, pirofagia, teatro e performances de danças. “Um verdadeiro ritual que vai dos ancestrais aos alienígenas, do mundano ao inefável. Terra, fogo, água, ar, éter, corpo, mente e espírito reunidos através da harmonia e da força do amor e da arte”, explicam os integrantes do Sala Espacial. Após três anos trabalhando de maneira coletiva, a banda lançou o álbum duplo de estréia intitulado “Casa Moxei”, em homenagem ao lugar onde o grupo se formou, morou, construiu um estúdio no quintal e compôs, produziu, gravou e mixou suas músicas. O toque final foi dado fora da casa, no Estúdio Costella, por Alexandre Capilé e Chuck Hipolitho, responsáveis pela masterização.

Garanta a sua cópia: http://www.hbbstore.com


VEJA TAMBÉM


NOVIDADES NA HBBStore.com